Sobrevoo de monitoramento registra 42 baleias-francas entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Publicado em: 23/09/2020 08:00:25

FOTO PROFRANCA / INSTITUTO AUSTRALIS

Ação conjunta é realizada pelo Projeto Franca Austral, patrocinado pela Petrobras e com parceria com o Porto de Imbituba

Um total de 42 baleias-francas (20 mães acompanhadas de filhotes e 2 adultas sozinhas) foram avistadas no monitoramento aéreo realizado nos dias 17 e 18 no litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Esse foi o principal sobrevoo de monitoramento da temporada 2020, já que setembro é o auge do período reprodutivo das baleias-franca, quando um maior número de indivíduos é registrado no litoral sul do Brasil. O próximo sobrevoo está previsto para novembro, no fim da temporada.

Intitulado expedição ProFranca, o sobrevoo estendido é uma ação conjunta do programa de monitoramento das baleias-francas da SCPAR Porto de Imbituba (SC) e do Projeto Franca Austral, realizado pelo Instituto Australis, com patrocínio Petrobras. Além do tradicional monitoramento que abrange a região da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, entre Torres (RS), e Florianópolis (SC), o percurso foi estendido e começou no município de Santa Vitória do Palmar, extremo sul gaúcho, percorrendo cerca de 1.000 km de costa até a cidade de Penha, no litoral norte de Santa Catarina.

Dentro da área regularmente sobrevoada em anos anteriores, entre Florianópolis (SC) e Torres (RS) foram avistadas 30 baleias, sendo (15 mães acompanhadas de filhotes), um número menor que observado em setembro do ano passado, quando foram avistadas 52 baleias no mesmo trecho.

A maior concentração foi registrada em Laguna (SC), com 24 indivíduos, seguido de Mostardas (RS), com 10 baleias, Jaguaruna, 6 baleias e Capão da Canoa (RS), 2 baleias. Além das baleias, foram avistados grupos de toninhas (Pontoporia blainvillei), pinípedes (lobos e leões marinhos) e golfinhos nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus).

A equipe de monitoramento aéreo, formada por 1 a 2 observadores e um fotógrafo, faz o censo e o registro da localização dos indivíduos, além da fotografia das baleias. As fotos serão utilizadas na identificação dos indivíduos adultos, possível através de calosidades que cada animal possui sobre a cabeça, únicas para cada baleia-franca, como se fosse uma impressão digital.

Monitoramentos

Um monitoramento sistemático a partir de terra está sendo realizado pelo projeto Franca Austral (ProFranca) ao longo de 15 pontos fixos na região da APA da Baleia Franca. A metodologia empregada dá continuidade aos estudos de longo prazo realizados pelo Instituto Australis, para avaliar a abundância, o padrão de distribuição, a sazonalidade e o comportamento das baleias-francas.

Na região do Porto de Imbituba, o Programa de Monitoramento integra o Plano de Controle Ambiental do Porto de Imbituba, Autoridade Portuária. Realizado há 12 anos, o trabalho abrange duas metodologias: monitoramento aéreo e terrestre. Por terra, a observação ocorre em pontos fixos nas enseadas das praias do Porto e da Ribanceira, entre os meses de julho e novembro, e é executado pela empresa Acquaplan Tecnologia e Consultoria Ambiental e o Instituto Australis.

As baleias-francas

A baleia-franca é uma espécie ainda ameaçada de extinção no Brasil, e conta com uma população estimada em 500 indivíduos e uma taxa de crescimento de 4% ao ano. Os números são resultado de uma tese de doutorado apresentada este ano, contemplando a uma análise de 15 anos de dados dos sobrevoos de monitoramento da espécie. A realização e continuidade deste monitoramento sistemático de longo prazo é fundamental para acompanhar a recuperação populacional da espécie no sul do Brasil.

O projeto Franca Austral (ProFranca) é um dos projetos ambientais patrocinados por meio do Programa Petrobras Socioambiental aprovados na última Seleção Pública, em 2018. Além do ProFranca, a Petrobras investe em outros projetos da linha de atuação denominada Oceano, com vistas a conservação e pesquisa de espécies marinhas como tartarugas, peixes, baleias e aves, em respeito ao meio ambiente e à biodiversidade marinha.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE