Transpetro coloca em operação mais dois navios construídos em Pernambuco

Publicado em: 07/10/2016 18:16:07

Duas novas embarcações construídas para a Transpetro em Pernambuco começaram a operar nesta quinta-feira (6/10). O gaseiro Lucio Costa e o suezmax Machado de Assis, respectivamente, 16º e 17º navios do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), partiram hoje para a sua primeira viagem.

Oitavo suezmax construído pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS), o Machado de Assis seguirá para abastecimento em Salvador (BA). O navio tem capacidade para carregar cerca de um milhão de barris de petróleo. Com 274 metros de comprimento, seu porte bruto é de 157.700 toneladas.

O Lucio Costa, quarto gaseiro entregue à companhia, saiu do Estaleiro Vard Promar e seguirá para o Terminal de Suape. Com 117 metros de comprimento e capacidade para transportar 7 mil m³ de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), a embarcação está preparada para operar em todas as regiões do Brasil e na América do Sul.

Essas duas entregas confirmam a qualidade dos serviços executados e exigidos pela companhia, em parceria com os estaleiros, o que possibilita uma melhora na eficiência logística para o escoamento da produção da Petrobras e incrementa os resultados da Transpetro.

Atualmente, nove navios do Promef estão em fase de construção. No EAS são sete embarcações (dois suezmax e cinco aframax) e dois gaseiros no Vard Promar. A previsão de entrega dessas embarcações é até 2019.

FICHAS TÉCNICAS DOS NAVIOS:

Navio Machado de Assis

Tipo: Suezmax
Porte Bruto (TPB): 157.700 toneladas
Comprimento total: 274,20 metros
Boca: 48,00 metros
Calado: 17,00 metros
Velocidade: 14,8 nós
Autonomia: 20.000 milhas náuticas
Motor Principal – MCP: 1 unidade, Doosan-MAN B&W modelo 6S70ME-C
Motor Auxiliar – MCA: 3 unidades, Doosan-MAN B&W modelo 7L23/30H
O consumo total de óleo combustível do tipo RMK-45, considerando a operação do MCP e de um MCA, é de 69,0 toneladas por dia.

Navio Lucio Costa

Tipo: Gaseiro
Capacidade de transporte: 7 mil metros cúbicos
Comprimento total: 117,63 metros
Largura: 19,20 metros
Altura: 34 metros
Calado: 5,80 metros
Pontal (distância entre o fundo e o convés): 8,60 metros
Velocidade: 15 nós
Autonomia: 11 mil milhas náuticas
Número de tanques: 2 (dois)

Tipos de navios

Gaseiros – tipo de embarcação construída para o transporte de gás liquefeito de petróleo. É destinado, prioritariamente, à navegação de cabotagem.

Panamax – navio petroleiro para o transporte de óleo cru e produtos claros e escuros. A capacidade de carregamento está na faixa de 65 mil a 80 mil toneladas de porte bruto (TPB). Porte similar àqueles que passam nas eclusas do Canal do Panamá.

Suezmax – navio petroleiro para o transporte de óleo cru. A capacidade de carregamento está na faixa de 140 mil a 175 mil toneladas de porte bruto (TPB). Essa embarcação atende às limitações do Canal de Suez, no Egito: largura de 48 metros e calado de 17 metros.

Produtos – navio petroleiro para o transporte de produtos derivados de petróleo, como diesel, nafta, gasolina, óleo combustível e querosene de aviação. A capacidade de carregamento está na faixa de 30 mil a 50 mil toneladas de porte bruto (TPB). É destinado, prioritariamente, à navegação de cabotagem.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE