Engenheiros da Petrobras recebem reconhecimento internacional por contribuições à indústria offshore

Publicado em: 05/05/2022 18:49:49

FOTO OTC/TODD BUCHANAN

OTC, maior congresso do setor, destaca atuação de Gabriel Serrão e Ana Margarida Oliveira no segmento de águas profundas
 
Os engenheiros da Petrobras Gabriel Serrão e Ana Margarida de Oliveira receberam reconhecimento por sua atuação no setor de petróleo e gás marítimo - concedido pela Offshore Technology Conference 2022 (OTC), maior congresso da indústria mundial offshore, em Houston (EUA), que se encerra nesta quinta-feira (5/05). Em comum, ambos vêm se dedicando a trabalhos pioneiros no segmento de exploração e produção em águas profundas, com foco em aumento de eficiência e inovação.
 
Serrão, que atua como engenheiro de reservatórios, obteve o prêmio “OTC Emerging Leaders” – concedido pela primeira vez a um brasileiro - por sua capacidade de liderar e propor soluções inovadoras para a área de upstream da Petrobras.  A intenção da OTC é reconhecer jovens profissionais, com até 10 anos de experiência, que tenham se destacado em superar desafios mais urgentes do setor. Com 32 anos de idade e 10 anos de carreira na companhia, Serrão trabalha atualmente no programa estratégico CÉOS, com foco na construção dos melhores modelos de reservatórios da indústria.
 
Por meio de tecnologias disruptivas como inteligência artificial, realidade aumentada e outras, o CÉOS contribui para o atingimento dos objetivos do RES20, programa estratégico por meio do qual a Petrobras ambiciona incorporar 20 bilhões de barris de óleo equivalente (boe) aos campos em que é operadora, até 2030. Nesse sentido, a companhia já colhe os primeiros frutos: em 2021, adicionou o maior volume de reservas provadas em um único ano, em toda sua história.
 
Destaque em inovação submarina
 
Ana Margarida de Oliveira teve seu artigo “Challenges And Opportunities For Subsea Electrical Power Systems For High Power Subsea Processing And Boosting Applications: Hisep™ Study Case'” - em parceria com cinco coautores, todos profissionais da Petrobras - reconhecido entre os dez melhores trabalhos sobre engenharia mecânica apresentados na OTC neste ano. Selecionado pela American Society of Mechanical Engineers (ASME) - uma das entidades que promove a OTC -, o paper obteve a segunda colocação na categoria “Arthur Lubinski Best Paper Award”, cujo objetivo é reconhecer e encorajar a publicação na OTC de artigos de engenharia mecânica com alto padrão de qualidade.
 
Com 17 anos de experiência na Petrobras, Ana Margarida é engenheira eletricista, com mestrado e doutorado em Eletromagnetismo na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) – com parte do doutorado realizada na Universidade de Liege, na Bélgica. Seu artigo aborda uma visão inovadora de sistema submarino para águas ultraprofundas, avaliando riscos e apontando mitigações necessárias. “Pela abordagem pioneira, acreditamos que o trabalho vai contribuir como um guia para a comunidade técnica a ser utilizado em projetos de sistemas de processamento e bombeamento submarinos”, disse Ana. Os coautores envolvidos no projeto são André Athayde Gonçalves; William Albuquerque da Silva; Lilson Terra Costa e Fabio Menezes Passarelli.
 
Histórico de reconhecimento à Petrobras

Há três décadas, a OTC reconhece o pioneirismo tecnológico da Petrobras. O principal prêmio da entidade – o Distinguished Achievement Award for Companies – já foi entregue quatro vezes à companhia, alavancando a empresa à posição de liderança em tecnologia para exploração e produção em águas profundas e ultraprofundas.
 
O primeiro prêmio foi obtido em 1992, pelas inovações desenvolvidas para o campo de Marlim, na Bacia de Campos e o segundo, em 2001, pelas soluções empregadas em Roncador, na mesma bacia. Em 2015, a Petrobras foi reconhecida pelo conjunto de dez tecnologias especialmente criadas para desenvolver Tupi, no pré-sal - e, em 2021, pelas inovações adotadas no campo de Búzios, maior ativo em águas profundas da indústria mundial.
 
Em 2019, a edição brasileira da Conferência (OTC Brasil) também concedeu à Petrobras o Distinguished Achieviement Award, pelo pioneirismo tecnológico do Teste de Longa Duração (TLD) de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos.

Prêmios individuais

Além desse histórico de premiações, outros dois profissionais da Petrobras receberam reconhecimentos individuais por suas contribuições à indústria mundial. Em 2019, o engenheiro Carlos Mastrangelo recebeu o Distinguiched Achievement Award for Individuals da OTC – principal categoria de premiação individual da entidade - pelo trabalho de regulamentação e disseminação do uso de plataformas do tipo FPSO (unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarga). Em 2007, foi a vez de o engenheiro Marcos Assayag ser reconhecido por importantes contribuições no desenvolvimento de novas tecnologias para desenvolvimento da produção em águas profundas.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE