Dia de Proteção aos Manguezais: Petrobras prevê investir R$ 12,3 milhões na preservação do ecossistema até 2024

Publicado em: 26/07/2021 14:00:55

FOTO SAN MARCELO / MANGUES DA AMAZÔNIA

Mangues desempenham importante papel na regulação climática, manutenção do ciclo de vida e proteção das áreas costeiras
 
A Petrobras prevê investir, até 2024, R$ 12,3 milhões em projetos que promovam a preservação de manguezais – ecossistemas que desempenham importante papel na regulação climática, na manutenção do ciclo de vida das espécies e na proteção das áreas costeiras, além de servirem como fonte de renda e segurança alimentar para os moradores que vivem em suas regiões. Para isso, terá como foco quatro iniciativas desenvolvidas por meio do Programa Petrobras Socioambiental, que investe em ações e projetos que buscam ampliar o conhecimento, a conservação e a recuperação da biodiversidade e que geram transformações positivas para as comunidades.
 
O respeito ao meio ambiente é um valor para a Petrobras. Nesse Dia Mundial de Proteção aos Manguezais, comemorado em 26 de julho, a companhia finaliza os preparativos para a assinatura do contrato de patrocínio para novos ciclos de dois projetos desenvolvidos com esse objetivo. Um deles é o Uçá, apoiado pela Petrobras desde 2012 e que atua na região da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, desenvolvendo atividades de restauração florestal, limpeza de manguezais, pesquisas e educação ambiental. O projeto registra entre seus resultados alcançados a restauração de 18,2 hectares de manguezais, o plantio de 64 mil mudas, a participação de mais de 130 mil pessoas em suas atividades e a retirada de 30 toneladas de lixo (como embalagens plásticas, capacetes, pneus, sofás, geladeiras e brinquedos) dos manguezais por catadores de caranguejo contratados para atuar na limpeza durante a época do defeso. Para os próximos anos, o projeto pretende retirar mais 21 toneladas de resíduos em 12 hectares de manguezais, além de desenvolver programas de educação ambiental, produzir conhecimento científico sobre o tema e atuar de forma integrada com os projetos da Rede de Conservação Baía de Guanabara (REDAGUA), que também é integrada pelos projetos Guapiaçu, Coral Vivo e Meros do Brasil, todos apoiados pela Petrobras.
 
O outro projeto que irá iniciar um novo ciclo é o Rebimar, que já teve três edições anteriores e que busca promover a proteção dos oceanos e da biodiversidade marinha no litoral do Paraná e sul de São Paulo, área de alta diversidade biológica, por meio de pesquisa, educação e sensibilização ambiental. O projeto vai buscar uma melhor compreensão do estado de conservação dos manguezais, seu papel na manutenção do ciclo de vida das espécies e seu potencial no sequestro de carbono. O objetivo final é entender melhor o papel da Grande Reserva da Mata Atlântica na conservação da biodiversidade marinha e no fornecimento de serviços ecossistêmicos e disseminar essas informações para a população, com foco especial na inserção das meninas na ciência.
 
Ainda para os próximos anos, a seleção pública do Programa Petrobras Socioambiental, que está em fase de avaliação de projetos, prevê oportunidade, na linha de Clima, para projetos que atuem na conservação de manguezais no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e/ou Santa Catarina. Os projetos selecionados serão divulgados em setembro.
 
Mangues da Amazônia

Iniciado em 2021, o projeto Mangues da Amazônia atua na maior área de manguezal do país, no Pará. O projeto prevê a conservação de 30 hectares de mangues e a recuperação de outros 12 hectares já impactados, incluindo oferta de assistência técnica e engajamento social, beneficiando direta e indiretamente mais de 7,6 mil pessoas. Em dois anos, o projeto planeja realizar o plantio de 60 mil mudas das três espécies de árvores de mangue dominantes na região, com construção de viveiros e monitoramento. Em paralelo, são desenvolvidas atividades de educação, cultura e pesquisas científicas em diferentes campos, com destaque aos estudos para ajudar a entender o papel dos manguezais nas mudanças climáticas.


FOTO SAN MARCELO / MANGUES DA AMAZÔNIA
 
Programa Petrobras Socioambiental

O investimento em projetos socioambientais está previsto em um dos dez compromissos de sustentabilidade assumidos no Plano Estratégico 2021-25. Por meio do Programa Petrobras Socioambiental, a Petrobras apoia projetos em temas relevantes para a indústria de óleo e gás e para os territórios onde atua, em todo o país, através de parcerias – muitas de longa data - com instituições do terceiro setor. São apoiadas ações com potencial de grande alcance em número de pessoas atendidas e biomas protegidos, e voltadas para a geração de emprego e renda; para o preparo para o exercício da cidadania; para o atendimento de crianças e adolescentes; para a conservação da biodiversidade costeira e marinha; e para a recuperação de florestas e áreas naturais, entre outras.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE