Petrobras . Agência Petrobras

Diretor de Governança e Conformidade é eleito um dos profissionais mais admirados da área no Brasil

Publicado em: 29/11/2019 12:33:29

FOTO DIVULGAÇÃO

O diretor de Governança e Conformidade da Petrobras, Marcelo Zenkner, foi eleito um dos 20 profissionais do segmento empresarial mais admirados na área de compliancedo Brasil de acordo com pesquisa publicada pelo anuário Compliance On Top 2019. O executivo recebeu o prêmio em cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira (29/11), em São Paulo. Além dos 20 profissionais de empresas, também foram premiados cinco profissionais de compliance que atuam em consultorias e outros cinco que atuam em escritórios de advocacia, totalizando 30 homenageados.

"É muito gratificante obter esse prêmio da comunidade brasileira de compliance. Na verdade, trata-se de um reconhecimento ao trabalho realizado pela Petrobras nos últimos anos. Internamente, já sabemos da transformação que vem sendo feita na companhia, mas receber reconhecimento externo é sempre recompensador. Queremos continuar contribuindo para tornar a Petrobras referência em integridade e transparência no Brasil", destacou Marcelo Zenkner.

Organizado pela Vittore Partners, consultoria de recrutamento de executivos da área, e pela Legal, Éthics e Compliance, maior comunidade dedicada à difusão de cultura de compliance do mundo, a votação teve a participação de gestores e líderes da área de compliance em empresas de todos os setores da economia brasileira, além de sócios de compliance de escritórios de advocacia e de consultorias especializadas. Ao todo, 442 gestores da área de compliance de todo o Brasil responderam ao levantamento entre maio e novembro de 2019. A pesquisa foi auditada pela Alonso, Barretto & Cia Auditores Independentes. Além do diretor da Petrobras, também foram premiados executivos de empresas como Embraer, Eletrobras, Latam, Oracle e Votorantim.

Compliance na Petrobras

O objetivo de um sistema de compliance é prevenir, detectar e corrigir desvios, fraudes e irregularidades no âmbito de uma organização. Desde 2015, a Petrobras vem desenvolvendo um sistema robusto de governança e conformidade. A companhia investe no aprimoramento contínuo do seu programa, promovido com apoio da alta administração e envolvimento de diversas áreas da companhia, demonstrando compromisso de todos que atuam na Petrobras com o fortalecimento de seu ambiente de compliance e com o objetivo de tornar a companhia uma referência em ética, integridade e transparência. Uma série de medidas foram implementadas ao longo desses anos, como o Due Diligence de Integridade (DDI). Por meio do DDI, antes de assinar um contrato, a Petrobras realiza uma avaliação rigorosa de integridade com o fornecedor, parceiro, cliente, entidade patrocinada ou com a qual venha a ter convênio. Ao resultado dessa avaliação é atribuído um Grau de Risco de Integridade (GRI), que pode ser alto, médio ou baixo. O GRI, assim como o resultado das avaliações técnica, legal, econômica e de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS), é levado em consideração nos processos de contratação.

A companhia também criou um canal de denúncia externo e independente com mecanismos de segurança para garantir o anonimato e a não retaliação do denunciante, que pode acompanhar o andamento de sua denúncia. O canal está disponível em três idiomas, 24 horas por dia.  Também passou a aplicar o Background Check de Integridade (BCI) que se trata da checagem de integridade de todos os gestores, gerentes setoriais, coordenadores, consultores e empregados que atuam em processos críticos. Para se tornar gerente, diretor ou conselheiro da Petrobras, o profissional tem que passar por uma profunda verificação de requisitos de integridade e capacidade técnica.

Para fortalecer a cultura de compliance, desde de 2014 são oferecidos aos empregados treinamentos sobre legislação anticorrupção, política e programa de compliance, regime disciplinar, conflito de interesses, entre outros. Para os gestores e empregados que atuam em atividade com maior exposição a riscos, como contratadores, fiscais e gerentes de contrato, são oferecidos módulos específicos. Em 2018, mais de 40 mil empregados foram capacitados. A participação nos treinamentos em ética e compliance é obrigatória e a sua conclusão, com êxito, nos prazos estabelecidos, é requisito para concorrer no processo de avanço de carreira na Petrobras.

Foto: o diretor de Governança e Conformidade da Petrobras, Marcelo Zenkner (à esq.), com o prêmio recebido em São Paulo

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE