Petrobras . Agência Petrobras

Licitações e abertura do mercado projetam futuro promissor para indústria de óleo e gás

Publicado em: 31/10/2019 11:05:33

FOTO ANDRE MOTTA / AGÊNCIA PETROBRAS

Em palestra durante a OTC Brasil, presidente da Petrobras destaca benefícios da competitividade e desafios do mercado global

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, recebeu, nesta quarta-feira (30/10), o Distinguished Achievement Award, premiação concedida à companhia pela Offshore Technology Conference Brasil (OTC Brasil) em reconhecimento ao conjunto de soluções inéditas desenvolvidas para tornar viável a produção de petróleo e gás em Libra, no pré-sal da Bacia de Santos. Em palestra durante a cerimônia de premiação, Castello Branco destacou o ano promissor para a indústria de óleo e gás no Brasil, com as rodadas de licitação e a abertura dos mercados de refino e gás natural no país.

“Estamos construindo um indústria real no Brasil. Um mercado competitivo é bom para todos, inclusive para a Petrobras”, defendeu o executivo. Castello Branco destacou que, com a venda, pela Petrobras, de ativos em terra e em águas rasas, novas empresas de pequeno e médio porte estão entrando no mercado, fortalecendo a indústria de óleo e gás e a economia nacional.  

Ao comentar o cenário mundial de energia, Castello Branco projetou, para os próximos vinte anos, aumento da participação do gás natural na matriz energética mundial, além do posicionamento do GNL como uma commodity global. “Temos que nos preparar para isso”, ressaltou o executivo.  A demanda global por petróleo deve crescer 1% ao ano, apontou, ao mencionar setores que continuarão a demandar petróleo, como a indústria petroquímica e a de aviação. Segundo ele, a demanda por energia no Brasil deve crescer 34% até 2040.

Neste horizonte, o petróleo deve se manter como principal fonte de energia global, enquanto a participação das energias renováveis deve crescer 20%. Castello Branco mencionou a redução da emissão de CO2 como importante entrega da indústria de óleo e gás para os desafios climáticos. Ele destacou que a Petrobras é companhia global com o segundo melhor índice de emissão de CO2 por barril de óleo equivalente e prometeu incremento dos esforços para redução de emissões. “Descarbonização é uma de nossas prioridades”, declarou.

Reconhecimento

Na premiação concedida à Petrobras, a OTC destacou as tecnologias inovadoras implantadas em Libra, como o primeiro teste de longa duração (TLD) do mundo com reinjeção total de gás e o recorde de produção diária a partir de um único poço offshore. “A criatividade e a inovação nos levaram ao sucesso neste projeto de alta performance”, comentou Castello Branco. Durante o TLD, o campo de Libra alcançou a produção recorde diária de 58 mil barris de óleo equivalente. 

A OTC Brasil reconheceu também, com a premiação individual, o ex-empregado da Petrobras Carlos Tadeu Fraga. O Distinguished Achievement Award foi concedido a Carlos Tadeu pela “implantação e operação de projetos de produção offshore, incluindo os campos de Marlim e Roncador, assim como pelo desenvolvimento do pré-sal, da concepção ao primeiro óleo”.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE