Petrobras . Agência Petrobras

TST apresenta proposta para ACT 2019-2020

Publicado em: 20/09/2019 09:23:54

                  Petrobras avaliará criteriosamente os termos apresentados pelo Tribunal

A Petrobras está concentrada em implementar todas as iniciativas necessárias para torná-la capaz de competir, em pé de igualdade, com as melhores companhias globais do setor de óleo e gás. Para alcançar este objetivo, a empresa vem adotando práticas sustentáveis e de mercado em todas as suas áreas, executando um profundo corte de custos, melhorando os seus processos de governança e modernizando a gestão de seu portfólio. Apesar da intensidade dos esforços e dos resultados positivos já conquistados, a companhia ainda está distante de alcançar as mesmas condições de competição das suas concorrentes e, portanto, de garantir a sua sustentabilidade.

A gestão eficiente de pessoal é um dos fatores essenciais para que a companhia se torne mais competitiva e sustentável. Atualmente, o custo com a folha de pagamento e benefícios corresponde a um terço de todos os seus gastos gerenciáveis, aqueles que podem ser controlados.

Considerando todos estes fatores, a Petrobras propôs um Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019-2020, melhor adequado à realidade da companhia. Ainda assim, manteve condições de remuneração e de benefícios em patamares muito superiores aos garantidos pela legislação trabalhista vigente.

Disposição para o diálogo

A Petrobras empreendeu todos os esforços possíveis para concluir a negociação do ACT antes de 31 de agosto, data de término da vigência do ACT anterior, 2017-2019. A companhia tomou a iniciativa de antecipar o início das negociações já apresentando a sua primeira proposta em maio/2019.

No período de negociações, a empresa reviu vários itens de sua proposta original, com o objetivo de chegar a um consenso, apresentando um total de três propostas. A empresa buscou o diálogo, agiu com transparência, não foi intransigente e manteve a boa-fé negocial.

O objetivo da Petrobras sempre foi o de obter o melhor acordo possível para seus empregados, mas sem colocar em risco a sustentabilidade da empresa. Foi com esta motivação que, na impossibilidade de chegar a um consenso com as lideranças sindicais, a companhia optou por buscar a mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Após reuniões unilaterais, durante as quais foram esclarecidas as posições das partes, o TST apresentou nesta quinta (19/09) a sua proposta.

A companhia avaliará criteriosamente os termos da proposta sem perder de vista o seu propósito de fortalecimento na indústria de óleo e gás e nas iniciativas para assegurar o aumento de sua competitividade e sustentabilidade.  Oportunamente divulgaremos novas informações.

Clique aqui para acessar a proposta apresentada pelo TST.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE