Petrobras . Agência Petrobras

Atleta do Time Petrobras leva bronze no Mundial de Canoagem

Publicado em: 22/08/2015 12:39:26

Com a medalha, baiano Isaquias Queiroz garantiu a vaga para o Brasil na categoria C-1 200m dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016

O baiano Isaquias Queiroz, atleta do Time Petrobras, conquistou mais uma medalha para sua coleção de triunfos em mundiais. Neste sábado (22/8), o brasileiro foi o bronze na prova C1 200m da edição deste ano do Mundial de Canoagem de Velocidade, em Milão, na Itália. Com isso, garantiu uma vaga para o Brasil nesta prova nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. O ouro foi conquistado por Artsem Kozyr, de Belarus, enquanto a prata ficou com o chinês Li Qiang.

Por uma estratégia do seu técnico, o espanhol Juan Morlán, Isaquias não competiu na categoria que é sua especialidade, a C1 1.000m, que também é olímpica. É que o Brasil já havia garantido vaga para esta prova nos Jogos do Rio e o objetivo era conseguir mais uma vaga para o país em outra prova. Para isso, bastava que Isaquias ficasse entre os sete primeiros colocados entre os nove finalistas da C1 200m do Mundial. O brasileiro Nivalter Santos deverá representar o Brasil nesta prova no Rio-2016, enquanto Isaquias planeja competir na C1 1.000m. Nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN) mês passado, o baiano havia conquistado três medalhas: ouro na C1 200 metros e na C1 1.000m e prata na C2 1.000m ao lado de Erlon Silva.

Isaquias entrou para a canoagem de velocidade por meio do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, em 2005, aos 11 anos, na cidade de Ubaitaba, Bahia. Na época, o esporte era apenas uma diversão até os treinadores perceberem que Isaquias tinha talento. Hoje, aos 20 anos, o atleta faz parte da seleção permanente de canoa, e treina no Centro de Treinamento da modalidade, na Represa de Guarapiranga, em São Paulo, com o técnico espanhol Jesus Morlán. Os melhores resultados da carreira vieram no Campeonato Mundial. Em 2013 ele foi ouro na prova C-1 500 metros – não olímpica – e bronze na olímpica C-1 1.000 metros, em que o Brasil nunca tinha conquistado nenhuma medalha até então. No Mundial de 2014, ganhou o ouro novamente na C-1 500 metros.

A Petrobras apoia, desde 2011, o boxe, a esgrima, o levantamento de peso, o remo e o taekwondo, e, desde 2013, patrocina o judô brasileiro. No dia 10 de julho, a empresa anunciou a formação do Time Petrobras, composto por um grupo de atletas de 15 diferentes modalidades, incluindo, ainda, representantes das seis modalidades que já contavam com patrocínio. O foco, com o Time Petrobras, é a busca por resultados nas competições, especialmente os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio, em 2016.

A Petrobras sempre foi parceira do esporte brasileiro e, além de incentivar e desenvolver a prática em suas diversas manifestações, também busca associar atributos específicos à imagem da companhia. Atualmente a Petrobras investe no patrocínio esportivo por meio do Time Petrobras e do Programa Petrobras Esporte Motor, que usa as competições como laboratórios para seus produtos. Mais informações sobre o Time Petrobras na página: www.timepetrobras.com.br.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE