Painel na Offshore Technology Conference discute práticas de responsabilidade social no setor de petróleo e gás

Publicado em: 07/05/2015 19:40:02

A política e os programas de Responsabilidade Social da Petrobras foram apresentados hoje (7/5), na Offshore Technology Conference (OTC), no Painel "Corporate Social Responsability of Oil & Gas” ("Responsabilidade Social Corporativa no setor de Petróleo e Gás”). A sessão, que teve participação de outras grandes empresas do setor, abordou os impactos positivos que a indústria pode gerar para a sociedade.

“Ter um painel sobre Responsabilidade Social na OTC demonstra a importância crescente do tema para o setor de petróleo e gás. É uma grande oportunidade trazer a visão da Petrobras e mostrar o que estamos fazendo, especialmente nesta edição, em que fomos premiados pelas tecnologias de produção no pré-sal”, disse o gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi. Entre as inovações desenvolvidas pela companhia e premiadas no evento está a reinjeção de dióxido de carbono, que evitou a emissão de 1 milhão de toneladas de CO2.

A consultora de Orientação e Práticas de Responsabilidade Social, Ana Paula Grether, representante da companhia no painel, falou sobre a política, os desafios e direcionadores na área. “Os programas da Petrobras buscam aliar expansão nos negócios com desenvolvimento sustentável”, disse, explicando que a integração dos aspectos de responsabilidade social em projetos de investimento envolve duas dimensões: direitos humanos e desenvolvimento local.

As ações de investimento social da companhia, integradas pelo Programa Petrobras Socioambiental, apoiam projetos da sociedade civil em sete linhas de atuação, escolhidos por meio de seleções públicas. Desde 2007, o programa já teve mais de 25 milhões de participantes diretos e indiretos, contemplando 14 milhões de pessoas, além de gerar mais de 20 mil postos de trabalho, informou. Na dimensão ambiental, mais de 935 mil hectares de áreas foram conservadas ou recuperadas (o equivalente a sete vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro) e 700 espécies da fauna preservadas, sendo que quatro tiveram risco de extinção revertido.

Na área de Relacionamento Comunitário, também teve destaque o Petrobras Agenda 21, processo de planejamento participativo em que as comunidades pensam seu futuro em bases sustentáveis. A iniciativa propicia a construção de um diálogo sistemático e contínuo com as comunidades de áreas de influência da companhia. O programa já contemplou cerca de 66 mil participantes diretos e 163 mil indiretos, abrangendo 86 municípios no Brasil, em áreas de influência de 30 unidades de operação da Petrobras. A consultora também ressaltou que o Relatório de Sustentabilidade, além de um mecanismo de divulgação dos números da companhia, com 150 indicadores, é uma ferramenta de mensuração de resultados, que segue os parâmetros da Global Reporting Initiative (GRI), referência internacional.

A consultora lembrou que o objetivo dos programas de Responsabilidade Social é trazer uma contribuição positiva para as comunidades em que a empresa está inserida. “Temos trabalhado intensamente para continuar aprimorando nossa performance social, integrando avaliação de impactos sociais em nossas operações a apoiando iniciativas sociais e ambientais.”

Os participantes do painel destacaram que as políticas de Responsabilidade Social contribuem para aperfeiçoar a função social das empresas e dar maior sustentabilidade aos seus negócios. Também participaram do painel executivos da Shell, Exxon, Total e Sonangol.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE