Petrobras . Agência Petrobras

Petrobras destinará R$ 30 milhões para patrocínio a 32 projetos de esporte educacional

Publicado em: 21/08/2012 12:00:14

A Petrobras anunciou nesta terça-feira, 21/8, os projetos de esporte educacional contemplados na Seleção Pública do Programa Petrobras Esporte & Cidadania. Foram selecionadas 32 iniciativas de 17 estados brasileiros, que receberão R$ 30 milhões durante dois anos. Os projetos são voltados para a inclusão social e o desenvolvimento humano de crianças e adolescentes por meio de atividades esportivas. Veja a lista completa dos selecionados no site: www.petrobras.com.br/ppec.

A cerimônia de divulgação foi realizada no Centro Petrobras de Referência Esportiva - Vila Olímpica da Mangueira com a participação  do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, da presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, e do diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras, José Eduardo Dutra.

Durante a coletiva realizada após a cerimônia, o gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi, destacou a importância da seleção pública de projetos para dar oportunidade a todas as regiões do país. "Buscamos dar maior capilaridade aos nossos programas de inclusão social", destacou o executivo.

A gerente de Investimentos Sociais da Petrobras, Rosane Aguiar, falou sobre outras frentes de atuação do segmento de esporte educacional do programa: "Além dos investimentos em projetos, temos também os Centros Petrobras de Referência Esportiva, como esse da Mangueira, para atendimento direto de crianças e adolescentes por meio de práticas esportivas. Também fazemos um trabalho de disseminação de tecnologias sociais voltadas para o esporte e capacitação de professores da rede pública".
 
Os estados contemplados foram Rio de Janeiro (6), Minas Gerais (3), São Paulo (3), Ceará (3), Rio Grande do Sul (3), Bahia (2), Amapá (2), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Rondônia (1), Pará (1), Pernambuco (1), Santa Catarina (1), Paraná (1), Goiás (1), Mato Grosso (1) e Mato Grosso do Sul (1).
 
Por região, o Sudeste está representado por 12 projetos, o Nordeste por oito, a região Sul por cinco, os estados do Norte por quatro, e o Centro-Oeste por três. Foram inscritos pela internet 892 projetos de todo o país. Após uma primeira triagem que verificou os documentos enviados, 436 projetos passaram por comissões de avaliação compostas por representantes do governo, da sociedade civil, da imprensa e da Petrobras. Depois das diversas etapas de avaliação, foram selecionados 32 projetos que mobilizarão aproximadamente 45 mil participantes diretos.  Os critérios técnicos da seleção incluem o enquadramento à manifestação de esporte educacional, pertinência da proposta, viabilidade e adequação financeira e potencial de comunicação e mobilização social, entre outros.
 
Do total de 892 projetos inscritos, a Região Sudeste foi a que recebeu mais iniciativas: 429. Atrás dela, a região Nordeste teve 192, enquanto que a região Sul foi responsável por 124. Em seguida, vieram a regiões Norte (81) e Centro-Oeste (54). Dez projetos inscritos tinham abrangência nacional e dois, abrangência regional.
 
A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, destacou a estratégia de criação dos Centros de Referência, já que a Companhia é reconhecida em diversos países por seus centros tecnológicos. O investimento no esporte é uma forma de democratizar o acesso aos recursos de patrocínio da Companhia. "Quando a Petrobras investe no esporte educacional, ela reconhece e reforça que é preciso que crianças e adolescentes possam se formar em escolas, onde o esporte é um direito e porta de entrada para a cidadania". 
 
Maria das Graças Silva Foster destacou ainda que o investimento de R$ 30 milhões em 32 projetos de esporte educacional trará um retorno enorme para o País. "Nós sabemos da responsabilidade que temos e não vamos poupar esforços e recursos para formar cidadãos. A Petrobras soube adotar um olhar para o futuro onde recursos aplicados em ações de responsabilidade social representam investimentos numa sociedade melhor, num país mais justo e soberano e numa economia mais dinâmica. Até 2014, serão implantados sete Centros de Referência voltados para o esporte educacional articulando prática esportiva, formação de professores e a integração do esporte com a saúde, a educação e a cultura".
 
O ministro de Esporte, Aldo Rebelo, ressaltou a importância dos investimentos. "O esporte não é apenas o segmento de educação, que ajuda a formar o cidadão. O esporte ensina a perder com dignidade, a acreditar no próprio talento, a partilhar do esporte coletivo. Esporte ajuda a formar o caráter do cidadão. É muito mais barato investir em esporte, do que em saúde. E mais barato ter uma criança na escola do que em um hospital”, afirmou.

A ex-jogadora de vôlei e  presidente do Instituto Esporte & Educação, Ana Moser, presente na coletiva de imprensa, afirmou que a iniciativa da Petrobras é um exemplo para o país. "Juntos estamos desenvolvendo ações para tornar o esporte presente na vida de um maior número de pessoas", comentou a ex-atleta.

Também estiveram presentes na cerimônia a secretária de Políticas de Ações Afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Angela Nascimento, o representante da UNICEF no Brasil, Gary Stahl, e a coordenadora do Centro Petrobras de Referência Esportiva - Vila Olímpica da Mangueira, Barbara Machado.
 
A Seleção Pública de Projetos é uma iniciativa estratégica do Programa Petrobras Esporte & Cidadania, que visa democratizar o acesso de organizações sociais, em todo o País, aos recursos da Petrobras no segmento de esporte educacional.
 
Caravanas Esportivas - A Petrobras realizou, durante o período de inscrições, as Caravanas Esportivas. Seu principal objetivo foi esclarecer dúvidas referentes ao regulamento, regimento e roteiro de elaboração de projetos do processo seletivo. As caravanas, oficinas gratuitas, aconteceram em duas modalidades: presencial e virtual.
 
Um total de 3.929 participantes de 1.500 instituições passaram pelas oficinas, realizadas em 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, totalizando 29 cidades, de agosto a dezembro de 2011.
 
Para divulgar as caravanas, diversos atletas e ex-atletas percorreram as cidades, convidando as instituições a inscreverem seus projetos. Participaram deste roteiro estrelas do vôlei, como Ana Moser, Fofão, Ida, Leila e Jackie Silva, além de Marta Sobral, do basquete, a ginasta Larissa Barata e o velejador Ted Monteiro.
 
A Caravana Virtual disponibilizou, durante todo o período de inscrições, uma equipe de consultores responsável por realizar atendimento online, via chat. Foram realizados 3.527 atendimentos a instituições interessadas em esclarecer dúvidas referentes ao processo seletivo.
 
Etapas de seleção - Os projetos inscritos foram analisados em duas etapas. A primeira etapa, triagem administrativa, serviu para a apresentação dos documentos.
 
Em seguida, os projetos foram encaminhados para a avaliação da Comissão de Seleção, composta por representantes da Petrobras, do governo, da sociedade civil e da imprensa, que selecionou 49 projetos de todas as regiões do país considerando sua qualidade técnica, abrangência geográfica e porte econômico. Este conjunto de projetos foi encaminhado ao Conselho Deliberativo, instância decisória do processo seletivo, que escolheu os 32 projetos aptos a receber os investimentos de R$ 30 milhões.
 
O Programa Petrobras Esporte & Cidadania - Em outubro de 2010, a Petrobras lançou o Programa Petrobras Esporte & Cidadania, uma abrangente iniciativa de apoio ao esporte do Brasil. O programa vai destinar, até 2014, recursos a quatro diferentes segmentos: Esporte Educacional, Esporte de Rendimento (boxe, esgrima, remo, taekwondo e levantamento de peso), Esporte de Participação e Memória do Esporte. A iniciativa é uma parceria da Petrobras com o Ministério do Esporte.
 
O lançamento do Programa Petrobras Esporte & Cidadania consolida a posição da Companhia como grande incentivadora do esporte nacional, contribuindo para a formação de novas gerações de brasileiros que valorizem atributos como disciplina, ética e superação de desafios e, principalmente, para transformar o esporte numa ferramenta para promover a inserção social de Norte a Sul do País.
 
Os investimentos no segmento de Esporte de Rendimento renderam ao Brasil três medalhas nos Jogos Olímpicos de Londres, conquistadas por atletas patrocinados pelo Programa Petrobras Esporte & Cidadania.

Acesse aqui a lista dos projetos selecionados

Acesse aqui o mapa com os projetos selecionados por região

Acesse aqui tabela com os projetos selecionados

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE