Presidente da Petrobras participa de Fórum sobre Energia em Nova York

Publicado em: 01/12/2011 20:29:09

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, participou nesta quinta (1/12), em Nova York, Estados Unidos, do 5º Global Energy Outlook Forum, promovido pela agência Platts, uma das líderes mundiais em informações sobre energia e commodities. Como convidado de honra, Gabrielli falou sobre o pioneirismo da Petrobras nas operações em águas ultraprofundas e sobre o desenvolvimento da indústria do petróleo no Brasil.  

O executivo destacou a demanda crescente por energia em mercados emergentes, como Brasil, China e Índia. “Por volta do ano 2000, os países membros da OECD (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) consumiram, em média, 48 milhões de barris de petróleo por dia. Em 2010, o consumo foi reduzido para 46 milhões por dia. Como contraste, durante o mesmo período, a demanda de países fora da OECD cresceu de 28 para 40 milhões de barris por dia”, disse. Para Gabrielli, as perspectivas de crescimento dos países emergentes estão fortemente estabelecidas. 

O tema do fórum este ano foi “A Busca Global por uma Energia Limpa” e as principais discussões durante o dia trataram de temas como a relação entre a demanda mundial por energia e as reservas disponíveis, economia sustentável e consumo consciente. Neste sentido, José Sergio Gabrielli de Azevedo ressaltou a importância dos investimentos em eficiência energética e o papel de destaque dos biocombustíveis para a construção de um futuro sustentável. “É importante ressaltar as principais variáveis para que a produção de etanol tenha sucesso: terra, água e o equilíbrio entre a produção de etanol e de alimentos. O Brasil tem sucesso em cada um desses quesitos e condições para aumentar a produção sem causar danos ambientais. Estimativas hoje demonstram que para atender a demanda de etanol em 2017 o Brasil precisa utilizar apenas 2,5% da sua área destinada para agricultura”, explicou. 

À tarde, Gabrielli participou de uma entrevista coletiva, na qual falou sobre questões como perspectivas para o preço do barril de petróleo e a questão da mão de obra no Brasil. “Não temos nenhum problema com a mão de obra local. Pensando no futuro, estamos treinando 290 mil trabalhadores em diferentes ocupações para resolver as questões da cadeia de fornecedores. Já treinamos 79 mil pessoas com o mesmo objetivo”, informou o presidente.
 

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE