Projeto Iguatu ensina técnica alternativa para construção

Publicado em: 10/08/2006 00:00:00

O Projeto Iguatu, selecionado pela primeira edição do Programa Petrobras Ambiental, está ministrando, de 7 a 11 de agosto, oficina para ensinar agricultores familiares e estudantes de agroecologia da região centro-sul do Paraná técnicas de permacultura. O objetivo é construir casas de baixo custo, além de contribuir para preservação da natureza.
 
A permacultura surgiu nos anos 70. Busca integrar de forma harmoniosa e sustentável as pessoas e a paisagem, provendo alimento, energia, abrigo e outras necessidades. A técnica de construção é chamada de "super adobe" e é desenvolvida a partir de sacas de terra compactadas e empilhadas.

A idéia da oficina é difundir o sistema "super adobe" na região Centro-Sul do Estado. Além das oficinas de construção habitacional, estão sendo desenvolvidos experimentos de construção de fogão para aquecimento solar, técnicas de proteção de nascentes e criação de biofossas para tratamento de dejetos animais e humanos.

O Projeto Iguatu atende diretamente 627 de famílias de agricultores tradicionais. Abrange a região metropolitana de Curitiba, Campos Gerais, Centro-Sul e Vale do Ribeira. A proposta é promover a gestão adequada dos recursos hídricos na agricultura familiar por meio do desenvolvimento da agroecologia.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE