Petrobras recebe prêmios por projetos sócio-ambientais

Publicado em: 07/08/2006 00:00:00

FOTO STÉFERSON FARIA

A Associação de Dirigentes de Venda e Marketing do Brasil (ADVB/RJ) concede no dia 07/8 o prêmio Top Social 2006 para quatro projetos desenvolvidos ou patrocinados pela Petrobras. O evento, que ocorre às 19h no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, irá premiar os projetos 'Segurança Alimentar Indígena Guarani', 'Valorização da Terceira Idade', 'Estação Social' e 'Ação Afirmativa, Atitude Positiva: seu sonho é nossa luta'.

 

Segue um resumo dos projetos premiados:

 

Segurança Alimentar Indígena Guarani


O projeto, que faz parte do Programa Petrobras Fome Zero, está há um ano trabalhando em quatro aldeias do litoral Fluminense, desenvolvendo ações voltadas para educação, nutrição, organização social e geração de renda, como forma de preservar as raízes das comunidades de índios Guarani, no Estado do Rio de Janeiro. A intenção é garantir auto-suficiência e saúde para a população indígena da região.

 

A mudança de hábitos alimentares tradicionais pela alimentação industrializada, com baixo padrão nutricional, vem provocando a desnutrição infantil e perda paulatina da cultura indígena guarani na região, já que o plantio de alimentos vem caindo em desuso. Para reverter esse quadro, o projeto busca, desde 2005, a participação efetiva de educadores indígenas junto às famílias das aldeias Sapukai, de 420 habitantes, localizada no município de Angra dos Reis, e de Parati-Mirim, em Parati.

 

O projeto, realizado em parceria com a Pastoral da Criança, estimula atividades como o plantio de mudas, oficinas práticas de confecção de novas receitas, oficina de nutrição, reuniões de planejamento, de reflexão e oficinas de confecção de pães, bolos e tortas. O cultivo de alimentos com altos valores nutricionais e a recuperação de plantações já existentes estão sendo reforçados. Para impulsionar o comércio nas aldeias, uma padaria e um mercadinho foram construídos e, desde então, oito jovens padeiros foram capacitados. O projeto conta com a ajuda de 13 educadores Guarani, além de membros da comunidade, para atingir a população de forma eficaz.

 

Valorização da Terceira Idade


Dados oficiais informam que o Brasil possui, hoje, 15 milhões de idosos e que, em 2025, será o 6º maior país do mundo em população idosa, com 32 milhões acima de 60 anos. Para promover um envelhecimento com conforto, saúde e dignidade, a Petrobras patrocina o projeto "Valorização da Terceira Idade", da Ong Serviço de Assistência Social Pentecostal (SASP).

 

O projeto qualificará 500 mulheres para o cargo de cuidadoras de idosos em comunidades carentes. Durante um ano, serão capacitadas mulheres entre 18 e 60 anos, residentes em 20 comunidades de baixa renda dos municípios de Nova Iguaçu e Rio de Janeiro, que tenham o ensino fundamental completo. A partir dos trabalhos realizados pelas cuidadoras, as ações terão a finalidade de diminuir o número de internações hospitalares e o isolamento social, fatos comuns principalmente nas comunidades de baixa renda.

 

Entre as comunidades carentes beneficiadas pelo projeto estão: Km 32, Cabuçu, Miguel Couto, Austin, Comendador Soares, Santa Rita, Vila da Cava, Posse, Tinguá e Jardim Tropical em Nova Iguaçu e Cidade de Deus, João XXIII, Catiri, D. Jaime Câmara, 7 de Abril, Santo Antônio, Teixeiras, Cesarão, Vila Mariópolis e Santa Margarida, no Rio de Janeiro.

 

Estação Social


Voltado para os moradores da Cidade de Deus, o projeto tem como lema 'Incluir, integrar, formar, qualificar e profissionalizar'. Desenvolvido pelo INPP (Instituto Nacional de Desenvolvimento de Políticas Públicas), com o patrocínio da Petrobras, está modificando pouco a pouco a realidade de cerca de 600 jovens e adultos da localidade eternizada nas telas do cinema pela pobreza e violência, que tem uma população com renda média de R$ 440,00 e taxa de desemprego de 22,31%.

 

Cursos profissionalizantes levam os alunos a destinos diferentes do habitual. Cursos de aceleração de escolaridade, guia de turismo, secretariado, informática e instalações elétricas são oferecidos desde 2005, quando o projeto foi implementado, e estão ajudando a gerar renda, às vezes de imediato, para muitas famílias.

 

Entre as metas do projeto, estão: garantir que 75% dos alunos sejam encaminhados ao mercado, que 100% dos alunos tenham certificados de conclusão, fornecer 75% dos formandos dos cursos de capacitação ao mercado de trabalho e melhorar a auto-estima dos formandos.  Para receberem a capacitação, os jovens devem ter o ensino fundamental concluído ou em fase de conclusão. Eles são selecionados por assistentes sociais, de acordo com o perfil do projeto. A partir daí, os aprovados passam por uma triagem com a equipe do "Estação Social", para detectar o perfil vocacional e as potencialidades individuais. As informações coletadas são, então, armazenadas em banco de dados organizado pelo projeto. 

 

O projeto "Estação Social" já está com o patrocínio renovado até 2007. Ex-alunos do projeto podem ser encontrados em empresas como Eletrofon, Gated, SEG, Caesat, TBS, Tele Guard, Toniton e Instituto Nacional de Desenvolvimento de Polítcas Públicas.

 

Ação Afirmativa, Atitude Positiva: seu sonho é nossa luta

 

Com o patrocínio da Petrobras, o Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) está desenvolvendo o projeto no Estado do Rio de Janeiro. Através de campanhas, concursos e periódicos, a ação pretende despertar a atenção da sociedade brasileira para fatos relacionados à diversidade racial e étnica e seus problemas, assim como para a importância da contribuição histórica dos afro-descendentes no desenvolvimento do País.

 

O projeto é dividido em cinco etapas fundamentais: concursos de redação direcionados a estudantes do ensino básico e escolas; publicações como o livro "Ações Afirmativas e Democracia" e o Jornal Griot, que abordam o tema de forma pedagógica; campanhas publicitárias, debates e seminários; eventos de divulgação da campanha; premiação Camélia da Liberdade, para personalidades, empresas e entidades que trabalham pela igualdade entre as raças. O CEAP mantém, ainda, projetos voltados para violência policial e violência contra crianças, ação que recebeu em 1996, do Governo Federal, a Menção Honrosa pela luta a favor dos direitos humanos.

 

A campanha "Ação Afirmativa, Atitude Positiva" será levada, além do Rio, para os estados de Minas Gerais e São Paulo, com o objetivo de aumentar o número de organizações, instituições e empresas envolvidas com a promoção da igualdade da comunidade negra no Brasil.

 

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE