Petrobras assina novos contratos de compra de biodiesel

Publicado em: 25/07/2006 15:18:16

A Petrobras assinou, no dia 25 de julho, no Palácio do Planalto, em Brasília, os contratos de compra de biodiesel relativos ao Leilão Público 007/06, realizado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) em 30 de março de 2006. A cerimônia, marcada para as 15h30, contará com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de ministros, do diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e de representantes das empresas fornecedoras.
 
Serão assinados contratos com as empresas Ponte Di Ferro, Brasil Biodiesel, Renobrás, Granol, Biocapital e Binatural. Do total de 170 mil metros cúbicos leiloados, 158,1 mil m3 (93%) foram arrematados pela Petrobras e o restante pela Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), integrante do sistema Petrobras. O prazo de entrega do produto é até 30 de junho de 2007.
 
Este é o segundo lote de biodiesel adquirido pela Petrobras. No primeiro leilão público, realizado em dezembro de 2005, a Petrobras contratou um volume total de 65,3 mil m³. Neste segundo leilão, a Companhia está adquirindo os seguintes volumes: 46,5 mil m³ (Ponte Di Ferro); 55,8 mil m³ (Biocapital); 1,2 mil m³ (Binatural); 33,5 mil m³ (Granol); 837 m³ (Renobrás) e 20,2 mil m³ (Brasil Biodiesel). O custo total estimado com a aquisição é da ordem de R$ 294 milhões (no primeiro leilão, foi de R$ 124 milhões).
 
O produto será revendido às distribuidoras para ser misturado ao diesel. Desta forma, a Petrobras antecipa-se à Lei 11.097/05, que dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética brasileira e prevê a obrigatoriedade da adição de 2% de biodiesel ao óleo diesel comercializado ao consumidor final, em todo o País, a partir de 2008.
 
O biodiesel é um combustível renovável produzido a partir de oleaginosas, como mamona, dendê, girassol, soja e nabo forrageiro, e de gorduras animais como o sebo de boi. Uma tecnologia limpa, que representa ganhos ambientais e sociais, já que contribui para a geração de empregos, fixando o pequeno agricultor no campo, principalmente nas regiões mais carentes do Brasil.
 
As empresas fornecedoras são detentoras do Selo "Combustível Social", criado para identificar produtores de biodiesel que promovem a inclusão social e o desenvolvimento sustentável, por meio da geração de renda para agricultores familiares enquadrados nos critérios do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).
           

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE