Petrobras . Agência Petrobras

Carros de estudantes brasileiros disputam a SAE Mini Baja Midwest

Publicado em: 22/05/2006 00:00:00

FOTO DIVULGAÇÃO PETROBRAS

Cerca de 20 estudantes da Escola de Engenharia de São Carlos da USP e do Instituto Mauá de Tecnologia embarcam este mês para os Estados Unidos onde vão representar o Brasil na SAE Mini Baja Midwest 2006, competição de bajas que acontece de 24 a 27 de maio, em Milwaukee. As equipes EESC-USP, de São Carlos, e Mauá 2, de São Caetano do Sul, conquistaram o direito de participar da competição internacional após ficarem em primeiro e segundo  lugares na 12ª Competição SAE BRASIL-PETROBRAS de  Mini Baja, realizada entre 30 de março e 2 de abril, em Piracicaba, SP. Estão inscritas na SAE Baja Midwest 63 equipes, do Canadá, Estados Unidos, África do Sul, México e Coréia do Sul, além do Brasil. 
 
A equipe campeã brasileira em 2006, EESC-USP, está confiante e espera trazer para o País o título de tricampeão na SAE Mini Baja Midwest, competição em que ficou em segundo lugar ano passado. "Com este histórico, ganhamos experiência e estrutura de ponta", comenta Eder Benaventana Alves, piloto e aluno do quinto período do curso de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia São Carlos. "Na competição internacional do ano passado, de cinco provas dinâmicas, ganhamos quatro, com isso esperamos repetir ou melhorar este desempenho", comenta o piloto da equipe, que, a exemplo das demais, é responsável por todo desenvolvimento e construção do carro. Segundo o estudante, a equipe fez poucas alterações, na parte de estrutura, do SAE Mini Baja para disputar nos Estados Unidos.
 
De olho num projeto mais leve e resistente, a equipe Mauá 2 preferiu construir outro veículo para a SAE Mini Baja Midwest. As principais inovações estão no chassi, gaiola de segurança e suspensão dianteira. Esta será a segunda participação da equipe Mauá na competição internacional, onde ficou em terceiro lugar na prova de manobrabilidade em 2004. "Esperamos ficar entre os cinco primeiros colocados", comenta Michel Felipe Tonelli, capitão da equipe, que campeã na prova de enduro este ano em Piracicaba.
 
Além das duas equipes que disputam a SAE Mini Baja Midwest 2006, um integrante de cada umas das equipes Uiraçu, da Universidade Federal de Santa Catarina, e DEMEC-08, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), respectivamente terceira e quarta colocadas na 12ª Competição SAE BRASIL-PETROBRAs, este ano, terão a oportunidade de assistir às provas nos Estados Unidos.
 
Bicampeonato nos EUA

Na SAE Mini Baja Midwest, o Brasil é bicampeão com a equipe Car-Kará, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 1998, e, em 2004, com a FEI (Fundação Educacional Inaciana). Os SAE Mini Baja são veículos fora de estrada, desenvolvidos dentro das universidades por grupos de estudantes de engenharia, liderados por um professor. Durante a competição, os carros são submetidos a severos testes dinâmicos e estáticos, como provas de conforto e operação, tração e manobrabilidade, aceleração, subida de rampa, velocidade máxima e frenagem e a um enduro de 4 horas.
 
De acordo com Gábor János Deák, presidente da SAE BRASIL, o Projeto SAE Mini Baja é um importante passo para o aprimoramento da formação dos futuros engenheiros que em breve estarão nas principais empresas do setor automotivo. "O Projeto Mini Baja proporciona aos estudantes uma experiência singular, com os principais desafios que eles encontrarão ao ingressar na vida profissional", afirma Gábor Deák. "Durante os meses, e até anos, em que se dedicam ao projeto eles ganham maturidade e aprendem na prática o real significado da profissão que escolheram", diz o presidente.
×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE