Petrobras . Agência Petrobras

Petrobras inaugura planta de biodiesel em Guamaré no Rio Grande do Norte

Publicado em: 19/05/2006 15:16:04

FOTO STÉFERSON FARIA

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli inaugurou no dia 19 de maio, no Pólo Industrial de Guamaré, Rio Grande do Norte, a Planta Experimental de Biodiesel da Petrobras.
 
O Presidente da República, Luiz Inácio lula da Silva, além do Ministro das Minas e Energia, Silas Rondeau, e a Governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria, não puderam comparecer à cerimônia devido ao mau tempo em Natal que impediu a decolagem do helicóptero da comitiva. O Secretário de Energia do Estado, Tibúrcio Batista, representou a Governadora no evento.
 
Autoridades, acompanhadas da direção da Petrobras, visitaram a Terceira Unidade de Processamento de Gás Natural - UPGN-III e a Unidade de Querosene de Aviação - QAV.  Também foram expostos produtos originários de assentamentos rurais beneficiados pelo Programa Petrobras Fome Zero, entre os quais o de Palheiros III.
 
Estiveram presentes no evento representações de outros assentamentos, onde estão em fase de implementação ações do programa na região, como a primeira fase do sistema adutor do poço Bandeirantes 1, que inclui um reservatório para um milhão de litros e adutora até o assentamento Canto Comprido. Esse sistema utiliza um poço originalmente perfurado para encontrar petróleo e vai disponibilizar água para seis assentamentos rurais no município de Carnaubais, em mais uma das diversas ações do Programa Petrobras Fome Zero, que preconiza a melhoria da qualidade de vida das populações de regiões carentes.
 
Ações complementares da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado do Rio Grande do Norte, INCRA e da prefeitura de Carnaubais também contribuem para viabilizar o modelo de gestão do sistema de abastecimento e a implantação de projetos agropastoris da região, cujo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um dos mais baixos do Estado. Os projetos incluem o plantio de oleaginosas, com o propósito de consolidar uma cadeia de fornecimento de grãos baseada na agricultura familiar, para a produção de biodiesel pela Petrobras.
 
Pólo Industrial de Guamaré
 
Situado a 180 km de Natal, o Pólo de Guamaré é formado por um terminal de armazenamento e transferência de petróleo; três unidades de processamento de gás natural; uma estação de tratamento de óleo; uma planta de produção de diesel; uma unidade de produção de querosene de aviação; e três estações de tratamento de efluentes.  De 1997 a 2005, a Petrobras investiu R$ 1,8 bilhão em ampliações no Pólo e na produção de gás natural.
 
Na Planta de Querosene de Aviação foram aplicados R$ 115 milhões para produzir 1.500 barris por dia de QAV e duplicar a produção de diesel do Pólo, que passará a ser de oito mil barris diários, atendendo à demanda do Estado com excedentes para a Paraíba e o Ceará.
 
Na UPGN-III os investimentos foram de R$ 182 milhões, o que possibilitará a ampliação da capacidade de processamento do gás natural do Pólo de Guamaré em 40%. A nova unidade pode processar 1,5 milhão de metros cúbicos/dia de gás natural e mais 260 toneladas de gás de cozinha, o que corresponde a 20 mil botijões para abastecer também os estados vizinhos.
 
Atualmente, nas suas unidades, o Pólo processa todo o petróleo e gás natural produzidos nos campos marítimos e terrestres da Bacia Potiguar. São cerca de 90 mil barris/dia de petróleo e 3,5 milhões de metros cúbicos diários de gás natural. Para atingir esse objetivo, já neste ano a Unidade de Negócios de E&P do Rio Grande do Norte e Ceará (UN-RNCE) tem orçamento de R$ 2,8 bilhões.
 
Unidades experimentais de biodiesel
 
As novas unidades experimentais de biodiesel, onde foram investidos até agora cerca de R$ 19 milhões em pesquisa e desenvolvimento, irão produzir até 16 mil toneladas/ano de biodiesel. Atualmente já são produzidos três mil litros/dia na primeira unidade experimental.
 
Essas duas unidades experimentais têm como objetivo amadurecer e consolidar as tecnologias desenvolvidas e patenteadas pela Petrobras para a produção de biodiesel a partir da mamona e de outras oleaginosas típicas do Brasil, com qualidade e economicidade. A primeira unidade produz biodiesel a partir de óleos vegetais, enquanto a segunda vai produzir o combustível diretamente da semente.
 
O cultivo de oleaginosas que servirão de insumo para a produção de biodiesel deverá gerar emprego e renda para cinco mil famílias no Rio Grande do Norte. Estimam-se em 11.500 hectares de mamona e 1.500 hectares de girassol as áreas que serão cultivadas em todo o Estado, para o fornecimento de matéria-prima, após o início da produção em escala industrial.
 
Foi assinado ainda um Protocolo de Entendimentos entre a Petrobras e o Governo do Rio Grande do Norte, relacionado à implantação de projetos futuros da Companhia no Estado.
 
RN tem o maior campo terrestre de petróleo do País
 
No Rio Grande do Norte, está situado o maior campo terrestre da Petrobras, Canto do Amaro, que produz 29 mil barris/dia de petróleo em 1.300 poços. No Estado estão em operação 50 campos e 34 plataformas marítimas de produção.
 
No Campo de Ubarana, que em 1976 deu início à produção do petróleo na plataforma continental do estado, a Petrobras vai investir neste ano R$ 270 milhões no projeto de injeção de água e recuperação da pressão do reservatório, visando incrementar a produção de petróleo, hoje de 2,9 mil barris/dia de óleo para 10 mil barris/dia em 2014. O projeto, que utiliza a água produzida juntamente com o petróleo, será implementado a partir do primeiro trimestre de 2007 e empregará 2.400 pessoas.
 
O total de poços perfurados no RN passa dos 6 mil, interligados por mais de mil quilômetros de dutos. Em 2005, a Petrobras recolheu aos cofres públicos R$ 270 milhões em impostos. De 1997 a 2005 foram pagos cerca de R$ 1,4 bilhão em royalties, beneficiando 92 municípios.
 
Projetos sociais, ambientais e culturais
 
A Petrobras desenvolve diversos projetos sociais, ambientais e culturais no Rio Grande do Norte. Entre os projetos de preservação ambiental destacam-se o Cajueiro de Pirangi, a Manutenção do Parque das Dunas e do sítio arqueológico Lajedo de Soledade e a Implantação de Arrecifes Artificiais, simulando pesqueiros naturais.
 
Na área social os projetos do Programa Petrobras Fome Zero acontecem em 55 municípios do Rio Grande do Norte, com foco na geração de emprego e renda, educação, qualificação profissional para jovens e adultos e garantia dos direitos da criança e do adolescente. Os projetos são realizados em parceria com várias instituições dos poderes públicos federal, estaduais e municipais, autarquias e empresas públicas e privadas, e entidades da sociedade civil.
 
A área cultural também recebe apoio da Petrobras no RN. Entre os projetos neste segmento destacam-se a construção do Centro Cultural de Desenvolvimento Sustentável em Macau, em parceria com a prefeitura e o governo do Estado, e a Casa Talento Petrobras, que forma adolescentes na arte musical e no ofício da construção e restauração de instrumentos musicais.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE