Petrobras inicia produção do navio-plataforma FPSO Capixaba no campo de Golfinho (ES)

Publicado em: 08/05/2006 00:00:00

A Petrobras iniciou hoje, dia 8 de maio, no campo de Golfinho, na Bacia do Espírito Santo, a produção do navio-plataforma FPSO Capixaba, uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo. A plataforma contribuirá não só para a manutenção da auto-suficiência brasileira em petróleo como também para aumentar a participação do petróleo leve, de maior valor comercial, no portfólio da Companhia.
 
A capacidade total de produção do FPSO é de 100 mil barris de petróleo e 3,5 milhões de m³ de gás por dia. Produzirá óleo leve de 40º API, contribuindo para a redução das importações brasileiras desse tipo de petróleo. Quando dois de seus poços produtores estiverem operando, o estado do Espírito Santo se tornará o segundo maior produtor brasileiro de petróleo.
 
O FPSO Capixaba, cujo nome é uma homenagem ao povo do Espírito Santo, já está interligado ao primeiro poço produtor, com vazão de cerca de 15 mil barris por dia, e está ancorado num local onde a profundidade d´água é de 1.350m. Outros cinco poços produtores e dois injetores de água serão interligados ao longo do ano. O pico de produção deverá ser atingido ao final de 2006.
 
O campo
 
O campo de Golfinho está localizado no antigo bloco exploratório BES-100, no litoral Norte do Espírito Santo, a 60km da costa. A descoberta ocorreu em julho de 2003, com o poço 1-ESS-123. O campo de Golfinho é uma reserva de óleo leve, que varia de 28º a 40º API.  Sua entrada em operação ocorreu menos de três anos após a descoberta, o que, para um campo em águas profundas, pode ser considerado um marco na indústria mundial de petróleo.
 

Clique aqui para acessar a apresentação sobre a inauguração do Módulo I do Campo de Golfinho

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE