Petrobras esclarece sobre venda das refinarias

Publicado em: 11/02/2021 19:41:00

A Petrobras, em relação à notícia veiculada na mídia sobre a venda das refinarias, esclarece que as datas de assinatura dos contratos de compra e venda e da sua efetiva transferência para os compradores (respectivamente signing e closing) são meras estimativas internas sujeitas a riscos não desprezíveis de alterações, já que dependem de muitas variáveis e podem mudar de acordo com o cronograma de cada projeto e evolução das negociações.

Cabe esclarecer que o signing do acordo de compra e venda da RLAM (Refinaria Landulpho Alves), na Bahia, assim como o de todas as refinarias, está sujeito à aprovação do Conselho de Administração da Petrobras. Quanto ao closing das transações, vale notar que a sua consumação depende também de aprovações externas como a do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e demais órgãos reguladores, que se façam necessárias.

A Petrobras reafirma o seu compromisso com a ampla transparência de seus projetos de desinvestimento e de gestão de seu portfólio e reforça que as principais etapas dos desinvestimentos são divulgadas ao mercado de acordo com a sua Sistemática para Desinvestimentos validada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que tem como base o Decreto 9.188/17, não havendo nessas normas exigência sobre a divulgação de cronogramas internos.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE